sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Músicas de Noel Rosa em Domínio Público


No dia 1º de janeiro de 2008, a parte da obra de Noel Rosa que é de autoria apenas dele, ou criada junto com parceiros que houvessem falecido até 31 de dezembro de 1937, passou ao domínio público. No dia 5, Overmagrani publicou no Overmundo o texto Noel Rosa é nosso!, apresentando uma lista das obras liberadas, elaborada pelo Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da FGV.

A primeira coisa que me chamou a atenção foi a música de nº 120, "Samba anatômico" - não por ela estar fora da ordem alfabética, mas porque Noel não compôs música com este nome  (ver Observação B). Há outras questões: de vários dos títulos da lista, não se conhece a melodia e, em alguns casos, nem a letra - na prática, delas só restou mesmo o título; também não era mencionada obra alguma feita com parceiro falecido antes de Noel.

Resolvi então colaborar com o uso criativo do legado artístico de Noel, cruzando as informações da lista com musicografias elaboradas por outros estudiosos de sua obra, em especial a relação feita por João Máximo e Carlos Didier, autores de Noel Rosa, uma Biografia, cuja pesquisa durou 7 anos e que não recebeu contestações significativas ao longo dos 18 anos que decorrem do lançamento da única edição (Linha Gráfica/ UnB, 1990). As diferenças de minha lista em relação à da FGV são comentadas ao final. 

01) Agora
02) Amor de Parceria
03) Arranjei um fraseado
04) Até amanhã
05) Belo Horizonte (ver Observação A)
06) Canção do galo capão
07) Cansei de implorar
08) Cansei de pedir
09) Capricho de rapaz solteiro
10) Choro
11) Cidade mulher
12) Com que roupa?
13) Condeno o teu nervoso
14) Contraste
15) Cor de cinza
16) Coração
17) Cordiais saudações
18) Dama do cabaré
19) Disse-me-disse
20) Dona Aracy
21) Dono do meu nariz
22) É preciso discutir
23) Envio essas mal traçadas
24) Espera mais um ano
25) Estamos esperando
26) Eu não preciso mais do seu amor
27) Eu sei sofrer
28) Eu vou pra Vila
29) Festa no céu
30) Fita amarela
31) Foi ele
32) Fui uma Vez (ver Observação A)
33) Gago apaixonado
34) A Genoveva não sabe o que diz
35) João-Ninguém
36) O maior castigo que eu te dou
37) Malandro medroso
38) Marcha da primavera
39) Mardade de cabocla
40) Maria-fumaça
41) Mentir
42) Mentiras de mulher
43) Meu barracão
44) Minha viola
45) Mulata fuzarqueira
46) Mulato bamba
47) Mulher indigesta
48) Não brinca não
49) Não me deixam comer
50) Não morre tão cedo
51) Não tem tradução
52) Negócio de turco
53) No baile da flor-de-lis
54) Nos três dias de folia
55) Nunca... jamais
56) Nuvem que passou
57) Onde está a honestidade
58) Paga-me esta noite
59) Palpite infeliz
60) Para atender a pedido
61) Pela décima vez
62) Pesado 13
63) Picilone
64) Por causa da hora
65) Por esta vez passa
66) Pra esquecer
67) Precaução inutil
68) O pulo da hora
69) Quando o samba acabou
70) Quando pelas aulas ando
71) Que a terra se abra
72) Quem dá mais?
73) Quem não dança
74) Quem ri melhor
75) Rapaz folgado
76) Remorso
77) Riso de criança
78) Roubou, mas não leva
79) São coisas nossas
80) Século do progresso
81) Seja breve
82) Seu Jacinto
83) Seu Zé
84) Silêncio de um minuto
85) Tipo zero
86) Três apitos
87) Tudo que você diz
88) Último desejo
89) Vagolino de cassino
90) Verdade duvidosa
91) Você é um colosso
92) Você, por Exemplo (ver Observação A)
93) Você Sabe de Onde eu Venho? (ver Observação A)
94) Você vai se quiser
95) Voltaste (pro subúrbio)
96) Vou te ripar I
97) Vou te ripar II
98) O X do problema
99) Yolanda

Observações:
  • (A) Coloquei em negrito as músicas que não constam da relação publicada pelo Overmundo
  • (B) Não existe música de Noel com o nome "Samba anatômico", expressão usada como identificação do gênero musical de "Coração". Na época em que Noel atuou, era de praxe colocar no selo do disco, ao lado do nome de cada música, qual seu gênero musical. Alguns compositores usavam isso para dar a sua criação um caráter mais humorístico, como neste caso, ou mais solene - Ary Barroso fez isso ao classificar "Aquarela do Brasil", um samba, como "cena brasileira"

Músicas com melodia perdida

Alô Beleza * Baianinha * Chuva de vento * Cumprindo a promessa * É difícil saber fingir * Fita de cinema * Mas quem te deu tudo isso? * Numa noite à beira-mar * Por você sou capaz * Pra lá da cidade * Quem parte não parte sorrindo * Saí do presídio * Só você * Vingança de malandro

Músicas com letra e melodia perdidas

Brincadeira de roda * Coisas do sertão * Juju * Lira abandonada * Madame honesta * Meu bem * Muito riso, pouco siso * Proezas de seu fulano * Saí da tua alcova (parcialmente perdida) * Vaidosa

MÚSICAS DE NOEL ROSA COM PARCEIROS FALECIDOS ATÉ 31/12/1937

Esta é a parte mais delicada da lista. Noel Rosa compôs com muitos parceiros, alguns famosos como Ismael Silva e Lamartine Babo, outros de breve passagem pela música, sendo mais difícil a localização de seus dados biográficos. A inclusão de obras nesta parte da lista será feita à medida em que eu me certifique de que os co-autores efetivamente faleceram até o final do ano de 1937. Na dúvida, não ultrapass(ar)ei.

Parcerias com Canuto (falecido em 27/11/1932)

100) Esquecer e Perdoar
  • Outra música de ambos, Cadê Trabalho, tem melodia perdida
Parcerias com Henrique Brito (falecido em 11/12/1935)

101) Meu Sofrer
102) Queimei Teu Retrato


  • Making-off do texto - Publicado no Brasileirinho em março de 2008, deu início à divulgação sistemática naquele site da obra de Noel Rosa em domínio público, material que agora estamos divulgando aqui no blog Jornalismo Cultural. 
  • Originalmente minha publicação trazia também a lista divulgada pelo Overmundo. Como o link ainda se encontra no ar, optei por não repetir a lista aqui novamente.
  • Na lista do Overmundo, além do inexistente "Samba anatômico", consta outra música com título errado: "Seu José", certamente uma menção a "Seu Zé". 
  • O Overmundo trazia ainda como sendo de autoria de Noel Rosa e em domínio público a música "Faz Três Semana", que em texto de setembro de 2008 (que irá sair aqui em breve) eu demonstrei não ser de Noel nem estar com os direitos liberados. 
  • Na minha lista inicialmente constava a música "Vejo Amanhecer", que depois excluí por descobrir não ser obra exclusiva de Noel Rosa (em breve contaremos também aqui esta história). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário