sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Noel Rosa cantou o horário de verão

O horário de verão deste ano começou no domingo, 15. O governo o vem adotando anualmente desde 1985. Protestam uns, alegam desconforto biológico uns outros, outros uns apontam a pouca economia resultante etc., mas a tradição é mantida. 

O que ninguém mais tem feito é cantá-lo. Em 1931, quando pela primeira vez o Brasil recorreu ao horário de verão, Noel Rosa compôs e gravou dois sambas ironizando o fato. Destinadas ao carnaval de 1932, as composições não chegaram a ser sucesso. 

Um dos sambas, "O Pulo da Hora", também ficou conhecido pelo seu primeiro verso: "Que Horas São?".


 Infelizmente o áudio está muito baixo :/


Já o outro, intitulado "Por Causa da Hora", era identificado no selo do disco como "samba do horário". Se sua última estrofe era francamente gozadora ("Eu que sempre dormi durante o dia/ Ganhei mais uma hora pra descanso/ Agradeço ao avanço/ De uma hora no ponteiro./ Viva o dia brasileiro!"), dois versos do refrão remetiam ao surrealismo que a mudança de horário poderia causar: "Olho, ninguém me responde/ Chamo, não vejo ninguém".





  • Making-off do texto - Uma das notas do Mistura e Manda nº 74, de 8.11.04, numa época em que o horário de verão era adotado a partir de novembro, e não de outubro, como ocorre desde 2008. (No original, eu falava em "começou na terça, dia 2").

  • Sim, curiosamente, no ano em que a nota foi publicada originalmente, o horário foi implantado numa terça, 2 de novembro, e não num domingo, como é de praxe. Não recordo mais, e não consegui localizar agora, o motivo desta alteração pontual.

  • Ambas as composições são de Noel Rosa, e tanto elas quanto os fonogramas incluídos na postagem se encontram em domínio público. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário